Consultoria Etnos em Parceria com a CI Realiza Diagnóstico de Riscos na Coomflona e Empreendimentos

A equipe da Consultoria Etnos em parceria com a Conservação Internacional – CI, realizou na última semana uma visita de campo nos locais de trabalho das atividades desenvolvidas pela Cooperativa Mista Flona do Tapajós – Coomflona.

Entrevista com Colaborador.

No primeiro momento, a equipe se reuniu com a Diretoria e representantes dos setores no auditório da Coomflona em Santarém, para esclarecer e responder as principais dúvidas relacionadas ao trabalho realizado na Coomflona.

Reunião de abertura com a Coomflona

A visita de campo seguiu a programação realizada pela equipe entre os dias 16 à 23/5. Além da visita nos setores administrativos da Coomflona em Santarém, a equipe seguiu para a base de manejo da cooperativa no km117, onde se reuniu com os coordenadores de campo e dos empreendimentos geridos pela cooperativa. Como a movelaria Anambé, Agroindústria, Ecoloja e lideranças comunitárias.

Reunião com a Equipe da Movelaria Anambé.

O objetivo do estudo foi buscar identificar os principais meios de riscos internos e externos, considerar as oportunidades e analisar a probabilidade das ameaças que ocorrem dentro da organização. E desta forma, tratar as vulnerabilidades, minimizar os riscos, evitar perda de confidencialidade, integridade e disponibilidade. Assim, ocasionando possivelmente, impactos presentes e futuros nos negócios da cooperativa.

Cooperados da Coomflona .

De acordo com a consultoria da Etnos, todo o estudo será voltado para as questões sociais, econômicas, ambientais e de governança geridas pela Coomflona.

A consultora da Etnos Luciana Maria, destacou a realização do estudo como um caminho a ser construído com a participação de todos os envolvidos. “A Coomflona é grande e precisa se desenvolver cada dia mais como uma organização referência na gestão de seus empreendimentos, buscando cada vez mais melhorar o controle de sua gestão e ações desenvolvidas”. Disse Luciana.

Orientações para os colaboradores da Movelaria Anambé.

Para Karina Christo “os próximos passos vão funcionar de acordo com tudo que foi identificado, os tipos de riscos, as evidências. A mesma falou da capacitação programada para o mês de julho com a participação dos envolvidos. Destacou ainda a elaboração do relatório que será apresentado como resultado do diagnóstico de risco realizado pela Etnos. A   elaboração do plano de gerenciamento de riscos da Coomflona buscando detalhar todos os processos e atividades dos produtos contratados pela cooperativa. Visando gerar informações direcionadas a gestão da organização e seus empreendimentos”. Concluiu a mesma.

Reunião com as lideranças Comunitárias

Projeto Serraria

Importante destaque foi dado ao empreendimento da Serraria, em parceria com a CI, aprovado em 2018. Por meio do Projeto Tapajós Sustentável e Resiliente. Que tem como principal objetivo a agregar valores ao produto manejado, buscando trabalhar o processamento da madeira por meio de uma indústria(serraria), e assim comercializar as madeiras serradas destinadas ao mercado externo.

Serraria é mais um empreendimento em processo de construção na região da flona, que visa levar renda ao comunitários. O projeto se encontra com o contrato assinado com uma empresa da região, que será a responsável da construção do galpão em estrutura metálica. Com o terreno localizado na Rodovia BR-163, km 39, no município de Belterra.

Equipe da Etnos e CI visitando a base de manejo no km117
Reunião de encerramento: com a participação da CI , Etnos e Coomflona.

Ass. Comunicação /Coomflona

Mais notícias

Localização

Av. Magalhães Barata, 2283, Rodagem, Santarém, PA